Valor Econômico: CI&T reforça processo de internacionalização

by: CI&T Team

Internacionalização CI&T no Valor Econômico
Posted on Jul 6, 2018

 

O Valor Econômico divulgou, em 5/7/2018, uma matéria especial sobre o crescimento da CI&T no mercado internacional. Com o título "CI&T reforça processo de internacionalização", a matéria destaca os planos ambiciosos de crescimento e internacionalização da empresa.

A ideia é dobrar a receita e ter metade de suas vendas originadas de contratos internacionais até o fim de 2020. Para tanto, a CI&T usará o seu Centro de Desenvolvimento de Tecnologias, em Belo Horizonte.

A publicação mostra todo esse processo de internacionalização e traz ainda os resultados financeiros da CI&T no último ano. Um dos destaques vai para os 43% do seu faturamento fora do Brasil, principalmente nos Estados Unidos. Entre 2016 e 2017, a receita teve um crescimento de 20%. Adicionalmente, o lucro avançou 68%, para R$ 29 milhões.

O Valor Econômico lembra também a primeira aquisição internacional da CI&T, feita em agosto do ano passado, arrematando a agência digital americana Comrade. A empresa,  que tem forte atuação no segmento financeiro, tem clientes como BlackRock e Chase, além de dezenas de fintechs.

Agora, o próximo passo será a inauguração em San Francisco de um espaço para testes e desenvolvimento de estratégias e tecnologias com clientes. A proposta é que o espaço funcione no mesmo modelo da sede em Campinas, o Prisma, inaugurado em 2016.

O Valor Econômico deu ênfase às mudanças do modelo de negócios da CI&T nos últimos anos, que migrou para a proposta de acelerar a criação de produtos e serviços em grandes empresas usando metodologias de desenvolvimento ágil e os princípios do Lean, o que compõe a proposta de Transformação Lean Digital.

"A agenda de Transformação Digital é, hoje, a principal agenda do CEO, que precisa aumentar o retorno do negócio, diminuir custos, automatizar processos, inovar, elevar a satisfação dos clientes e ser mais ágil", disse Mauro Oliveira, vice-presidente da CI&T para a América Latina. "Mesmo com a situação do mercado brasileiro, há um aumento dos investimentos em tecnologia", finalizou.

Leia a matéria na íntegra, disponível para assinantes:

Valor Econômico Brasil

Valor Econômico Internacional